A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

Raimundos

PDF

Publique nas redes sociais

Raimundos

A história do Raimundos começa em Brasília. Vizinhos de bairro, Rodolfo e Digão se conheceram e logo perceberam que compartilhavam o mesmo gosto musical, bandas como Ramones, Dead Kennedys, Suicidal Tendencies e outras do gênero. E foi tocando ‘covers’ dessas bandas que eles começaram, em 1987. Durante os ensaios, Rodolfo começou a fazer versões pesadas para as letras de Zenilton, um sanfoneiro famoso por sua poética de duplo sentido. Nascia aí o forró-core, gênero criado e imortalizado pelos Raimundos.

Depois de algumas dificuldades, como a parada da banda entre 90 e 92 e algumas escolhas erradas de rumo, os Raimundos, com a entrada de Fred na bateria, teria aquela que é considerada sua formação clássica. Rodolfo nos vocais e as coisas começaram a acontecer para eles.

Começaram a participar com grande sucesso de festivais pelo Brasil, conquistando uma galeria de fãs que se mostrariam fiéis seguidores. As guitarras pesadas, a misturas de ritmos nordestinos com punk e hardcore, além das letras irreverentes e muitas vezes sacanas, chamaram finalmente a atenção das gravadoras, vindo então, em 1994, o primeiro disco, “Raimundos”.

Seria o começo de uma carreira de sucesso, com a banda emplacando vários ‘hits’ através dos anos e dos álbuns lançados. Mesmo com letras ousadas, e por vezes repletas de palavrões, os Raimundos conseguiram que suas músicas tocassem nas rádios e na TV. 

Apesar do sucesso, os últimos tempos não têm sido fáceis para os Raimundos. O primeiro grande golpe foi a saída de Rodolfo, em 2001, que alegando questões pessoais, saiu para mais tarde criar o Rodox. Apesar da perda do vocalista, a banda encontrou forças para continuar, com Digão assumindo os vocais e a entrada de Marquinhos na guitarra.

Já em 2003, novo golpe: Canisso alega um desgaste natural e também sai da banda, para algum tempo depois juntar-se a Rodolfo no Rodox.

Após a coletânea lançada em CD e DVD em 2005, o novo trabalho lançado em MP3, “.Qq cOizAh” (lê-se Ponto Qualquer Coisa) reaproxima a banda do seu público. Apesar dos percalços, ninguém duvida que os Raimundos tenham força para se continuar.

Albuns (15)
Músicas (196)
CD

HITS 681